Posts

Vai se apresentar em público?

Veja o que deve subir ao palco junto com você!

PalestraAprender a controlar o nervosismo na hora de falar em público é uma tarefa das mais complicadas para muitas pessoas.

O que para alguns é simples e fácil, para outros é uma situação extremamente perturbadora. A insegurança e a falta de autoconfiança dominam a maioria das pessoas, é por esse motivo que as técnicas de apresentação se tornam fundamentais para auxiliar o orador na hora de enfrentar este desafio.

A nossa equipe preparou algumas dicas que poderão ajudar bastante na hora de subir no palco e enfrentar o público:

  • Estude bem o assunto a ser abordado na apresentação, decorar é um péssimo erro. Esteja bem inteirado sobre o que vai falar.
  • Avalie bem o público ao qual a apresentação vai se direcionar! Leve em conta a quantidade de pessoas, sexo, faixa etária, nível cultural da plateia, grau de conhecimento do assunto e o motivo de seu comparecimento, por convite ou imposição.
  • Separe a apresentação em partes estratégicas e tente desenvolvê-la conforme o planejado. Caso necessário, utilize uma colinha para evitar se perder ou inverter as partes. Pense no que você deseja conquistar como resultado dessa apresentação. E se você fosse um ouvinte que tivesse na plateia, o que gostaria que as pessoas comentassem no dia seguinte?
  • Antes de se apresentar, faça uma simulação, incluindo ensaios na frente do espelho se possível. Observe os seus gestos e movimentos; preste atenção nos vícios de linguagem que você costuma cometer. Caso perceba que a apresentação está longa demais, reestruture-a para que encaixe corretamente na programação.
  • Defina quais materiais serão utilizados, como data show, retroprojetor e vídeos. Ao utilizá-los, use transparências ou slides, procurando não poluí-los. Nunca uilize letras menores que o tamanho 16. Se possível, crie gráficos que tenham correlação com o assunto abordado.
  • Revise todo o seu material! Faça um checklist em termos de conteúdo, erros de português, erros lógicos, layout e, lembre-se de incluir a sua conclusão.
  • No momento de entrar no palco, cumprimente as pessoas! Olhe-as nos olhos, faça perguntas, interaja, as envolva na apresentação. Não fique parado só falando, falando… Represente o papel de orador! Faça gestos, deixe fluir a emoção na sua voz, dê vida a sua exposição. Não se manifeste preconceituosamente, não utilize gírias e palavrões, caso contrário sua mensagem será recebida negativamente.
  • Evite improvisos, ao menos que você tenha bastante experiência no assunto.
  • E, por último, termine a apresentação com uma conclusão bem elaborada, agradeça a plateia e dispense desculpas extras por motivos de nervosismo, dentre outros.

Observados estes pontos, ficará bem mais simples obter sucesso na sua apresentação!

Muitas pessoas optam pela ajuda de especialistas para acompanharem o seu processo de comunicação e sua evolução no treinamento de apresentações públicas. Uma das estratégias de acompanhamento e melhora das habilidades comunicativas é o coaching em comunicação, no qual você realiza sessões de treinamento individuais para trabalhar exatamente as habilidades comunicativas necessárias para transmitir a segurança e credibilidade que você deseja que o seu público perceba em você!

Você já desenvolveu este tipo de trabalho? A ACT Comunicação desenvolve o ACTCOACH e adoraria lhe auxiliar nas suas apresentações em público.

Comunicação eficiente que gera resultados

302894_397152233695866_748301043_n (1)

Treinamento ACT Comunicação

Sua empresa pode ter o perfil que você quiser!

Sim, é possível os profissionais prestarem um serviço com qualidade, zelando pela imagem institucional, com atendimento eficiente. Mas isso não é um milagre, e sim fruto de muita dedicação.Vamos lá, treinamento em comunicação é o passo mais importante para atingir essa meta. Afinal, é por meio da boa relação interna que uma empresa revela sua estrutura, refletindo no atendimento externo.

Mas por onde começar?

Procurando uma empresa que possa ser seu braço direito, alinhando o produto que você tem, àquilo que deseja que seu público conheça. Pois bem, a empresa que preza pelo aprimoramento e capacitação dos colaboradores já sai ganhando, independente de ser de médio ou grande porte, já que entendem que uma boa recepção dos seus clientes auxilia na consolidação de uma imagem positiva.

Para começar, é preciso uma pesquisa para detectar os problemas internos a serem sanados, escute seus colaboradores pois muitas vezes as respostas estão aí!

Feito o diagnóstico, o consultor de comunicação tem o exercício de envolver os profissionais a participarem do treinamento, tarefa fácil, já que é comum o próprio colaborador querer participar, entendendo a importância de agregar valores ao trabalho.

No treinamento de algumas empresas, quando o trabalho é sério, é possível atingir objetivos como padronização de uniformes, atendimento ao telefone, atendimento presencial e estratégias para criar um experiência em atendimento. Pacotes como treinamento de etiqueta empresarial, procuram adequar os padrões de imagem e comunicação dos profissionais aos da empresa, e geram muito resultado.

Falar bem de improviso

falar de improviso vvv

A maioria das pessoas acha que falar de improviso é inventar uma fala, uma informação. Quem pensa assim, está totalmente equivocado!
Falar de improviso, nada mais é, que falar sem se preparar de maneira convincente.
Por exemplo, você está numa exposição sobre as leis de trânsito e, de repente, chega um repórter com uma câmera, num programa ao vivo, e pede pra você falar um pouco sobre as boas atitudes e os cuidados ao dirigir. Ou, você mesmo se sentiu tocado com tanta violência no trânsito, que sentiu vontade de expor o seu pensamento. Você conhecia um pouco a respeito daquele assunto mas, não tinha planejado a sua fala. Muito prazer, “improviso”! Ao mesmo tempo que vai falando, tem também que dar um seguimento uma ordenação naquilo que diz.
O segredo da fala de improviso, da fala inesperada é passar para o ouvinte a mesma segurança e credibilidade que passaria em uma fala programada. Aí você me pergunta… como?? Antes de começar a falar sobre o tema da apresentação, fale sobre um assunto que você já domine. Ou seja, você pode usar informações ligadas a assuntos da sua profissão, de uma viagem que fez, umhobby que tenha, uma citação de um livro, uma cena que marcou a sua vida, etc. Assim, enquanto você fala sobre um assunto que conhece e que tem domínio, tem condições de planejar a seqüência da apresentação. Com certeza em algum momento da exposição será possível fazer a ligação do assunto que domina com a mensagem principal, captando assim, a atenção do ouvinte.
Treine essa estratégia de improviso no dia-a-dia e você ficará surpreso com os resultados alcançados!

Xiii! Deu branco!

Xii… deu branco!!

1307452678-deu_brancoQuem nunca se viu diante de uma situação de fala em público que se perdeu no discurso, as palavras sumiram, as mãos tremeram e a voz não saiu? Quem já passou por uma situação semelhante sabe o quanto é ruim e aquele que nunca passou por isso, torce para não ser vitima desse momento constrangedor.
O “branco” pode acontecer em várias situações de fala em público, e vamos dar aqui algumas dicas de como evitar que o inesperado aconteça.
1)   Prepare-se muito e tenha o conteúdo bem ensaiado.
2)   Leve consigo um pequeno roteiro para ter um apoio durante o discurso. Ter um recurso para se apoiar faz com que você se sinta mais seguro e tranquilo para falar.
3)   Se der o branco, procure não se desesperar e entrar em pânico. O pânico é um veneno para uma apresentação em público.
4)   Se não conseguir se lembrar na primeira tentativa, não insista! Repita a última frase que falou como se estivesse querendo dar ênfase àquela mensagem. É possível que, ao chegar no ponto em que apareceu o branco, a informação surja naturalmente.
5)   Use a expressão mágica “na verdade o que eu quero dizer é…” Com essa expressão você se obrigará a explicar a informação por um outro ângulo e o pensamento se reorganizará para seguir a seqüência planejada.
6)   E se tudo isso não funcionar, diga aos ouvintes que mais à frente voltará a tratar daquele assunto e passe imediatamente para outro tópico.
Não dê asas para o azar! Prepare-se, ensaie e boa sorte!

Qual é o seu perfil comunicativo?

Quer alcançar uma comunicação eficaz? Gostaria que as pessoas prestassem atenção ao sue discurso?
Uma das estratégias a ser utilizada é conhecer e perceber o perfil comunicativo do seu interlecutor e, após ter essa preciosa informação em mãos, você poderá regular sua maneira de falar, alcançando o tão esperado rapport !
Vale um parêntese aqui para, de maneira resumida, conceituar orapport. Podemos descrevê-lo como o estabelecimento de sintonia entre as pessoas, favorecendo o desenvolvimento de conforto e cooperação entre as partes envolvidas.
Alcançar o rapport é estabelecer uma harmonia com o interlocutor,gerando um ambiente de confiança na relação que se inicia, onde um sentimento de familiaridade se apossa das partes integrantes do diálogo.
Para estabelecer o rapport faz-se necessário planejar suas ações comunicativas de forma que sejam personalizadas a cada interlocutor e, uma importante estratégia que pode e deve ser utilizada é o reconhecimento do perfil do seu interlocutor. Então vamos lá!
Todos possuem um perfil comunicativo, que nada mais é do que a maneira com que nos sentimos mais confortáveis em nos comunicar, sendo a forma expressiva da nossa comunicação.
Podemos nos expressar de maneira mais, ou menos sucinta, de maneira mais, ou menos racional e por aí vai… Para saber qual é o seu perfil pense em como você comunica sob pressão, com certeza encontrará a sua resposta. Mas não analise apenas a sua comunicação, faça isso com todos ao seu redor!
Os perfis comunicativos são divididos em quatro, de acordo com a imagem abaixo:
perfil
  Com o PRAGMÁTICO ocorre um predomínio da razão, eles possuemassertividade e geralmente são práticos para decidir; se comportam de maneira realista, “pé no chão” e são muitas vezes conhecidos como grosseiros por terem esse perfil de “ir direto ao ponto”.
De maneira geral, para captar a atenção de um indivíduo que tenha predomínio deste perfil a sua comunicação deve ser objetiva, clara, sem rodeios e prática. Vá direto ao ponto, fale firme e seja ágil com seu interlocutor.
Já com o ANALÍTICO a assertividade é baixa, mesmo sendo racional para agir, são metódicos e precisam de detalhes nas informações, necessitando de mais tempo para tomar decisões.
Para captar a atenção de um indivíduo que tenha predomínio deste perfil dê a ele muitos dados, detalhes e informações; mantenha atitudes tranquilas e estimule a reflexão lógica e dedutiva. Mas atenção, caso seja indeciso, o número excessivo de informações pode confundi-lo ainda mais!
Com o EXPRESSIVO ocorre predomínio da emoção, ao contrário do analítico, é rápido para a tomada de decisões, gosta de falar, utiliza muitos exemplos e, na maioria das vezes, o exemplo é sobre si mesmo, geralmente é sociável e popular.
Para captar a atenção de um indivíduo que tenha predomínio deste perfil: “afague seu ego”, valorizando suas atitudes e sua vivência; escute-o e em seguida exponha o que pensa.
Com o AFÁVEL também há um predomínio da emoção, mas há falta de assertividade e a necessidade de colher dados e informações. Elegeralmente compreende as pessoas, é um bom ouvinte e motiva bem a equipe, costuma ser tímido e é conhecido como o “bonzinho”.
Para captar a atenção de um indivíduo que tenha predomínio deste perfil dê opiniões, sugestões ou aconselhamentos, utilize a emoção no conteúdo expositivo (mas cuidado com a emoção exagerada, pois pode promover o resultado contrário, afastando-o de você).
Agora é colocar a “mão na massa”! Observe todos ao seu redor, perceba as diferenças e coloque em prática seu conhecimento, os resultados podem te surpreender!

Porta-voz da empresa

O próximo dia 30 é uma homenagem as secretárias e como não podemos estender o almoço delas, ou melhor, deixar uma flor em cada mesa; resolvemos fazer um post exclusivo para essas profissionais que tanto comunicam e que são a VOZ de muitas empresas!
A comunicação da secretária na verdade, é uma extensão da empresa, ela possui uma grande responsabilidade no relacionamento com o cliente, por isso o cuidado com a comunicação, imagem e postura é algo imprescindível na escolha desta profissional.
Para um bom relacionamento com o cliente algumas dicas são fundamentais: o trato com o cliente deve funcionar como a porta de entrada da empresa e por isso precisa estar cuidadosamente diferenciado. O cliente deve se sentir especial!
Se você é responsável por abrir, literalmente a porta para os clientes, demonstre receptividade com um leve sorriso, diga boa tarde, bem vindo e convide-o a entrar e se sentar.
Sempre tenha algo para oferecer ao cliente, como café e água. Isso fará com ele se sinta mais confortável. Sempre verifique se o ambiente está agradável e deixe-o à vontade!
Caso o cliente esteja esperando na recepção até o momento de ser atendido, seja discreta com o que falar neste momento e ao telefone e lembre-se, nunca deixe o cliente sozinho na recepção!
Outra maneira delicada de surpreender o cliente é chamá-lo pelo nome. Essa é uma atitude simples e fácil, mas encantadora!
Obrigada a todas as secretárias que já passaram em nossas vidas e PARABÉNS pelo seu dia!!
secretaria

Vai fazer Prova Oral? Fique atento à sua comunicação!

 Imagem2
comunicação eficiente é exigida constantemente, sendo considerada uma importante ferramenta que chega a representar mais de 90% em uma situação de fala em público.
No momento da prova oral, a grande dificuldade não é o conteúdo, mas a maneira de explanar o assunto questionado. Os candidatos são avaliados de forma minuciosa e sob constante pressão, principalmente nos quesitos maturidade e desenvoltura em situação de fala.
Saber transmitir o conteúdo de forma clara, objetiva ou mais detalhada deve fazer parte da preparação para a prova oral. De nada adianta saber todo o conteúdo e não aplicá-lo de maneira assertiva, demonstrando confiança.
Essa é a realidade! Uma demanda na qual levam muitos candidatos a procurarem ajuda específica para desenvolverem sua comunicação.
 As estratégias comunicativas devem ser utilizadas para causar um impacto positivo no outro. Segurança e controle da fala e do emocional, postura correta, o olhar preciso, clareza na elaboração do discurso, os gestos adequados, o vestuário, o caminhar, dentre outros fazem parte dessas estratégias.
Ainda voltaremos com mais estratégias!

A robotização profissional – A busca pela fala que comunica

size_590_Pessoas-conversando-web-300x225

comunicação eficaz é pauta atual, com grande destaque em livros recorde em vendas e notícias publicadas nas diferentes mídias. Muito se diz sobre a comunicação como diferencial competitivo, para um melhor posicionamento no mercado.
De fato, em uma sociedade em que o julgamento da imagem transmitida quase sempre prevalece, em que o poder de influência e pró atividade são características desejadas em toda equipe, em que a fala que transmite segurança e objetividade é mais ouvida, e assim por diante… desenvolver as habilidades de comunicação, é um passo importante àqueles profissionais que desejam investir em sua carreira.
Diante desse cenário, um dos grandes interesses atuais é a descoberta de comoalcançar uma boa performance, quase que como uma busca da fórmula matemática que garanta o sucesso. E é nesse contexto que entra uma de nossas principais preocupações: a robotização profissional.
Robotização essa, seguida por mantras, tais como: “Para ser um grande líder, você deve saber motivar”; “Ao comunicar, aplique gestos firmes, que sempre indicam assertividade”. Aliado a esse movimento robótico, as pessoas vão se perdendo nelas mesmas e deixando de demonstrar o que há de melhor em sua personalidade e espontaneidade.
Já notou como os corpos estão cada vez mais parecidos? Todos ‘malham’ igual, aplicam ‘botox’ igual, seios iguais e acabam ficando iguais. Sendo assim, as mesmas estratégias acabam por entortar o diferencial das pessoas.
Nesta ânsia de aplicar as palavras de mais impacto, os gestos mais assertivos, a entonação adequada e a busca excessiva por modelos, faz com que as pessoas percam o melhor delas mesmas, principalmente na esfera relacional.
Como fazer a interação com o seu interlocutor de forma tão superficial?
Técnicas e ferramentas que o auxiliem a ressaltar o melhor do seu estilo comunicativo sim, robotização, jamais. ESTE É O NOSSO NEGÓCIO!

Estratégias comunicativas para Proval Oral

A habilidade de falar com naturalidade e espontaneidade, demonstrando segurança e credibilidade no conteúdo do discurso, é uma competência fundamental na etapa de prova oralde diversos cargos públicos.
O candidato que alcança essa etapa já demonstrou que possui conhecimento suficiente, agora, é o momento de demonstrar assertividade e credibilidade para representar o cargo almejado.
Esta é a etapa em que a atenção do candidato deve estar mais voltada para a comunicação, havendo cuidado não somente com O QUE falar, como, sobretudo, com o COMO falar.
Dentre todos os aspectos da comunicação, um quesito importante é o olhar. Muitas pessoas têm dificuldade de manter o contato visual durante a conversação ou possuem dúvidas para o local que devem olhar durante a prova.
O ideal é manter o olhar direcionado aos examinadores. No caso de uma resposta curta, orientamos os candidatos a manterem o olhar ao examinador que lhe fez a pergunta. Entretanto, caso a resposta seja mais longa, iniciarem olhando para o examinador que perguntou; em seguida, olharem para todos e finalizarem olhando para o interlocutor central, que foi quem lhe dirigiu a pergunta.
Outro cuidado importante é que não é necessário manter o olhar fixo ao examinador durante toda a prova, sobretudo, esse gesto não é desejado. Embora, por outro lado, algumas pessoas tenham o costume de desviar o olhar para cima, como se estivessem buscando a resposta. Esse gesto pode ser realizado com moderação, mas, evitar olhar para baixo é a melhor opção, pois, esse gesto transmite insegurança.
Enquanto o examinador estiver formulando a pergunta, o candidato deve manter seu olhar direcionado apenas para o examinador.
A você, concurseiro, também leitor de nosso blog, saiba que ainda iremos aproveitar esse nosso espaço de contato para escrevermos algumas recomendações a respeito dos demais aspectos da comunicação, que podem interferir diretamente no sucesso desta etapa.
Bons estudos, boa prova e conte sempre conosco!
15Mar11 - prova oral - tarde 024 - 18